Doença da Mancha Branca (WSD)

  • PDF

11Conceito e Manifestação

A doença da mancha branca (WSD) é uma doença viral de camarão peneídeo (família Penaeidae) altamente contagiosa, que se caracteriza por provocar um aumento súbito e dramático do número de camarão moribundo e morto, encontrado nas bordas dos tanques de aquacultura desta especie. 

O Camarão muito infectado pelo virus reduz rapidamente o consumo de alimentos, tornando-se letárgico, a carapaça muitas vezes solta-se com manchas brancas, inicialmente circulares, e com coloração vermelha em todo o corpo.

O vírus causador designa-se de WSSV que também infecta uma grande variedade de crustáceos, normalmente, sem apresentar quaisquer sinais clínicos distintivos;

Para o diagnóstico da presença deste virus no camarão realiza-se um teste laboratorial designado de “Polymerase Chain Reaction”  ou, simplismente, PCR.

Os Surtos desta doença podem ocorrer em qualquer fase de engorda de crustacios.

 

Causa da Doença da Mancha Branca

O agente causador desta doença é o vírus da mancha branca, também conhecido como síndroma do vírus da mancha branca (WSSV).

 

Espécies Susceptíveis à Contaminação pelo Virus

Todos os crustáceos decápodes, incluindo camarão, lagostas e caranguejos marinhos ou de água doce são considerados susceptíveis à infecção;

Duas espécies marinhas de camarão, Penaeus monodon (camarão tigre gigante), P. indicus (camarão branco), são criadas comercialmente em Moçambique.

Não há relatos de que o Virus da Mancha Branca cause doença em seres humanos.

 

Ocorrência da Doença de Mancha Branca em Moçambique

Acredita-se que a Doença de Mancha Branca tenha ocorrido pela primeira vez em Taiwan e na China entre 1991 e 1992, tendo-se disseminado por via de importação do camarão da China para o Japão, onde causou surtos em 1993.

Em Moçambique o Sindroma de Mancha Branca (WSS), foi detectado em Setembro de 2011, nos tanques da Aquapesca, na Zambézia, distrito de Inhassunge, nas proximidades do rio dos Bons Sinais, tendo provocado a morte maciça do camarão.

Até Agosto de 2011, África era considerada o único continente no mundo livre das cinco principais doenças que afectam o Camarão.

 

 

 

 

 

You are here: